"Desbunde"  (Sobre Poesia Marginal) escrito em quinta 10 setembro 2009 09:29

cotidiano, ditadura militar, mimeógrafos, movimento artístico comportamental, principais autores

A poesia Marginal, movimento cultural artistico, comportamental e social iniciado na décade de 70 ( plena ditadura militar), tinha por metodo e "ideologia" a poesia feita nas ruas, cinemas, butequins, etc, desse modo distribuidos sem grandes mercados editorias, eram destribuidos de mão em mão, produzidos independentemente em mimeógrafos movidos a álcool, por isso ficou conhecido como " geração mimeográfo".

Seus temas eram o cotidiano urbano brasileiro, principalmente entre os estudantes da classe média do Rio de Janeiro, zona sul, portanto extremamente elitizada, e alguns outros picos (Salvador, Curitiba). Caracterizada pela espontaniedade dos versos, normalmente livres, inventivos  e críticos, sofria forte influência da cultura HIPPIE e roqueira da época ( do planeta por excelência), da antropofagia Oswaldiana da primeira geração modernista de 22 e da cultura POP tropicalista brasileira e também da geração BEAT norte americana.

Seus principais autores e mentores,apesar do desbunde e do desleixo que ostentavam, "bandeira" da rebeldia e da não classificação academicista dos mesmos: foram Paulo Leminski, Cacaso Charles, Ana Cristina Cézar, Torquato Neto, dentre outros.

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.87.109.201) para se identificar     

Nenhum comentário
"Desbunde"


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para poesiarala

Precisa estar conectado para adicionar poesiarala para os seus amigos

 
Criar um blog